Conheça a Rota dos Vinhos na África do Sul

Comer, Beber e Desfrutar: IT Sushi
24 de agosto de 2017
comer-beber-e-desrutar-osake-bar
Comer, Beber e Desfrutar: Osake Bar
31 de agosto de 2017
Exibir tudo

Conheça a Rota dos Vinhos na África do Sul

conheca-a-rota-de-vinhos-da-africa-do-sul

Nem todo mundo sabe mas, a África do Sul é o sétimo país maior produtor de vinhos do mundo, com quase cem mil hectares de vinhedos! O país faz parte do conhecido Novo Mundo (vinhos não provenientes da Europa), e traz em seus vinhos uma mistura do contemporâneo com o tradicional, que conquista muitos paladares por aí.
Os colonizadores holandeses chegaram ao país no século 17, e o primeiro rótulo da região que se tem notícia é há mais de 300 anos atrás, em 1659. Contudo, a exportação só teve início em 1994, depois do fim do Apartheid.

A Rota dos Vinhos

A procura por esse destino é grande, então, a maior empresa sul-africana de bebidas Distell criou a Rota dos Vinhos em parceria com a agência de turismo Be Happy Viagens. Nesta rota, está inclusa uma visita nas mais importantes vinícolas do país, e nestas visitas você pode conhecer todo o processo de produção dos vinhos, além das deliciosas degustações que elas oferecem. Todos esses locais ficam próximo à Cidade do Cabo, segunda cidade mais populosa da África do Sul, então, se você estava procurando um destino rico de cultura e enocultura, aí está! E estas são as duas opções de rotas oferecidas:

1)Rota de até dois dias

A rota começa na região de Paarl, onde está localizada a vinícola Nederburg, que é a mais premiada da África do Sul, durante a visita, os turistas podem conhecer o museu da marca, os vinhedos e as montanhas Drakenstein. Além disso, a casa principal, construída em 1800 no centro da fazenda é parada obrigatória! A Manor House é toda decorada com móveis da época e de estilo holandês. A vinícola também abriga um famoso restaurante, o Red Table, dirigido pelo chef Edmore Ruzoza.

conheca-a-rota-de-vinhos-da-africa-do-sul2

A segunda parada é na adega Bergkelder/Fleur Du Cap, em Stellenbosch, e é a primeira adega subterrânea construída no hemisfério sul! Devido ao calor da região, a adega foi projetada para manter o vinho na temperatura ideal, mas o principal destaque é: a harmonização de vinhos com diferentes tipos de sais, criada pelo chef Craig Cormack, um colecionador de sais. Essa incrível harmonização, une pratos deliciosos com vinhos da premiada linha Fleur du Cap Unfiltered (tipo de vinho não filtrado que leva ao consumidor o gosto da uva pura e natural). A adega conta também com visitas guiadas e museu.

conheca-a-rota-de-vinhos-da-africa-do-sul4

E por último, a rota é finalizada na vinícola Durbanville Hills, que fica apenas há 20 minutos da Cidade do Cabo e com vista privilegiada para Table Mountain e Table Bay. Lá também abriga um renomado restaurante com um cardápio criativo, elaborado pela chef Louisa Greeff, e que muda sazonalmente pois utiliza apenas ingredientes de produtores locais.

2)Rota para mais dias

Esta rota oferece alguns passeios extras, na região de Franchhoek, a vinícola Plaisir de Merle, uma das maiores do país, com 974 hectares e diversas variedades de vinhos tintos, brancos e espumantes. Lá pode-se escolher entre duas opções de degustação, a simples e a vertical, que oferece um tour pelo local, podendo explorar os vinhos de acordo com a safra e tempo de maturação.

conheca-a-rota-de-vinhos-da-africa-do-sul1

Outra parada obrigatória é a vinícola The House Of JC Le Roux, localizada no coração do Vale Devon, e é a principal fabricante de espumantes do país. Lá são oferecidos 3 tipos de menu degustação especial, com cinco tipos de vinhos e algumas iguarias como: merengue, fudge e bolinhos. Outra, com a harmonização de vinhos doces e nozes e por último, uma harmonização com uma ampla variedade de azeitonas.

Perto dalí, fica a vinícola Neethlingshof, que oferece diversas opções de harmonizações, dentre elas, a “Flash Food, Slow Wine Pairing”, que inclui cinco minipratos que combinam perfeitamente com as opções de vinhos oferecidos. Conta também com um tour para conhecer a produção, e um restaurante do estilo colonial, localizado dentro da mansão holandesa, chamado Lord Neethling.

conheca-a-rota-de-vinhos-da-africa-do-sul3

Se você é um amante dos vinhos assim como eu, essa viagem vale muito a pena! E você, já conheceu alguma dessas vinícolas? Conta pra mim nos comentários!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *