Conheça as principais regiões vinícolas do Chile

dicas-de-espumantes-para-os-brindes-do-reveillon
Dicas de espumantes para os brindes do Reveillon
17 de dezembro de 2017
conheca-as-cinco-vinicolas-que-visitei-no-chile
Conheça as 5 vinícolas que visitei no Chile
14 de janeiro de 2018
Exibir tudo

Conheça as principais regiões vinícolas do Chile

conheça-as-principais-regioes-vinícolas-do-chile3

Há pouco desembarquei no Chile, país cujas vinícolas e vinhos eu tenho o maior apreço.
O Chile é um dos principais produtores de vinho do Novo Mundo, lá você encontra áreas bem diferentes entre si, uma variedade grande de solo, clima e altitude, o conhecido “Terroir”.

Então, este mês de janeiro resolvi falar um pouquinho sobre algumas das principais regiões, e hoje vamos começar pela região do Vale Central, que é a principal. Localizada a 320 quilômetros da capital, Santiago, se divide em quatro sub-regiões:

– Vale de Maipo: Aqui é a região que abriga o maior número de vinícolas do Chile, conhecida por produzir os melhores Cabernet Sauvignon, e que também produz bons exemplares de Merlot.
Os vinhedos começam logo aos pés dos Andes, com mil metros de altitude, e gradativamente vão baixando até os 400 metros. No Alto do Maipo ficam Pirque, Puente Alto, Macu e Bui. A temperatura mais baixa resulta em vinhos leves e com bastante acidez, enquanto no Baixo Maipo, resulta vinhos mais frutados e mais tânicos.

conheça-as-principais-regioes-vinícolas-do-chile1

– Vale de Rapel: Muito valorizada atualmente, a região divide-se em dois distritos, o Vale do Cachapoal e o Vale do Conchagua.
Ao norte, no Cachapoal, chamam atenção os vinhos frescos e elegantes, provenientes da uva Cabernet Sauvignon, mas também há bons resultados com a uva branca Viognier e as tintas Merlot e Cabernet Franc. 
Já em Conchagua, os arredores montanhosos bloqueiam os ventos vindos do Pacífico, tornando a região mais quente, ideal para a uvas Carmenère e Syrah, que rendem, nesta área, vinhos de sabores maduros e alto teor alcoólico.

– Vale do Maule: Com grande diversidade climática, e vinícolas que utilizam alta tecnologia em seus processos, a região localizada ao sul do Vale Central concentra a maior área de videiras plantadas no Chile.
Seu solo é calcário-argiloso, de origem vulcânica, é uma região mais fria, e destina grande parte de sua produção aos vinhos brancos, especialmente as uvas Sauvignon Blanc e Chardonnay. Porém, também é comum encontrar ótimas variedades tintas como Merlot Carménère.

conheça-as-principais-regioes-vinícolas-do-chile2

– Vale de Curicó: Área precursora que abriga as maiores empresas do país. Seu solo e clima são iguais ao do vizinho, Maule, a diferença predominante é a umidade, por conta da pluviosidade um pouco mais elevada, que resulta na diminuição na amplitude térmica.
Os vinhedos estão localizados na planície e nas encostas da Cordilheira, que dão mais expressão aos vinhos feitos com Cabernet SauvignonMerlot e Carménère. Seus vinhos são tradicionalmente mais encorpados e exuberantes.

 

E aí, você tem preferência por alguma dessas regiões ou já teve oportunidade de conhecê-las? Me conta aqui nos comentários.

3 Comentários

  1. Anna Paola Gonzalez disse:

    Adoro seu Blog Gabi ! Suas materias sao otimas ! Adoro os Vinhos do Vale do Maipo , ainda nao tive oportunidade de conhecer , espero ir um dia !
    Grande beijo

  2. Alexandre Lauria disse:

    Parabéns, excelente matéria, espero visitar o Chile em breve.

  3. Internacional disse:

    Oi tudo bem. Adorei esse site. Conteudo de extrema qualidade. Obrigado por compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *