Conheça a tradição da pisa das uvas

aprenda-a-escolher-o-vinho-de-acordo-com-a-uva
Aprenda a escolher o vinho de acordo com a uva
30 de outubro de 2019
Exibir tudo

Conheça a tradição da pisa das uvas

a-tradicao-da-pisa-das-uvas

Um ritual lindo e que mexe com todos os sentidos. Ano passado em Portugal, tive a oportunidade de fazer a pisa das uvas novamente! Que delícia, inexplicável a sensação, o cheiro exalado e a diversão que traz aos que estão trabalhando na colheita.
Além disso, também traz ao vinho muito mais elegância e complexidade nos aromas, é um processo artesanal que faz toda diferença!

Porque pisar nas uvas?

Para que o vinho seja produzido, as uvas são esmagadas, antes de iniciar a fermentação. Esse processo é realizado, em todo o mundo, por prensas mais ou menos modernas, manuais ou automáticas.
Quando realizamos esse processo com os pés, é possível esmagar as uvas sem quebrar as sementes, pois são nelas onde estão grande parte da concentração de taninos. Ou seja, vinho se torna mais macio, menos tânico e extremamente complexo nos aromas e sabor.
Quanto maior o tempo em contato com as cascas, mais cor é extraída.

Entenda mais

Em Portugal as vindimas (época da colheita) ocorrem em meados de Setembro, em pleno verão, época em que as uvas estão maduras para a colheita.
O processo de pisa dos vinhos, mesmo em Portugal, não é usado como padrão. Somente os melhores vinhos, em geral os mais caros, em geral os de pequenas produções, e que se beneficiam da pisa.

Hoje em dia, esse é um trabalho que ninguém mais quer fazer, além de ser um processo caro e bastante árduo para o trabalhador, que dura horas, entre 5 e 8 horas. Em uma prensa normal, o esmagamento das uvas é concluído em 5 – 10 minutos.

Mas para nós, turistas e amantes do vinho, que vamos lá e pisamos as uvas por alguns momentos, é realmente incrível e enriquecedor fazer parte de uma tradição tão antiga e com tanta história.

Se tiver a oportunidade, apenas faça. E depois me conta o que achou!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *