Barricas de carvalho e vinhos de qualidade

conheça-um-pouco-da-vinicola-guaspari
Conheça um pouco da Vinícola Guaspari
24 de maio de 2017
tudo-o-que-voce-precisa-saber-sobre-taninos
Tudo o que você precisa saber sobre taninos
4 de junho de 2017
Exibir tudo

Barricas de carvalho e vinhos de qualidade

barricas-de-carvalho-e-vinhos-de-qualidade

Você sabe qual a influência das barricas de carvalho na produção de vinhos de qualidade?


Barricas de carvalho são essenciais no processo de fabricação de um vinho. Isso porque é nos carvalhos que o vinho fica armazenado para maturação, envelhecimento e recebimento de aromas. O carvalho contribui com os aromas terciários do vinho, que vêm do envelhecimento e da interação com o oxigênio. A escolha da barrica certa pode demorar anos para ser feita e essa escolha resulta em diferentes tipos de aromas. Além disso, o uso correto da madeira do carvalho é primordial para a qualidade final do vinho, tanto quanto a qualidade das uvas.

As barricas de carvalho são usadas desde que se tem relato da existência do vinho, não só para armazená-lo, mas também transportá-lo. Ao longo dos anos, foram testados vários tipos de madeira, como a cerejeira, castanho e outros, mas o carvalho provou ser o melhor. O seu aroma “combina” com a bebida, além de ser leve e maleável, impermeável e muito resistente.

 

Influência da barrica nos vinhos


A barrica tem grande influência sobre o vinho produzido. A granulação da madeira da barrica é de extrema importância, pois a porosidade interfere no nível de absorção. Ou seja, as barricas menos porosas são melhores e, portanto, mais procuradas. O carvalho francês é hoje considerado o melhor do mundo.

Outro fator importante é a idade da árvore de carvalho e como foi seu crescimento. Quanto mais velha a madeira e mais lento seu crescimento, maior a qualidade dos compostos fenólicos que são responsáveis pela influência no vinho.

 

Outros tipos de estocagem

Nem todo vinho precisa estagiar em barricas de carvalho! Existem vários vinhos que não passam pela madeira. Os vinhos podem passar por barris de inox ou concreto, mas vale lembrar que praticamente todos os bons tintos, vinhos de sobremesa, brancos fortificados e até os espumantes têm algum tipo de contato com o carvalho.

 

barricas-de-carvalho-e-vinhos-de-qualidade

Francês X Americano


O carvalho francês precisa ser cortado sem o uso de serras para que os veios naturais da planta sejam mantidos e evitar, assim, vazamentos na barrica. Dessa forma, o tronco é menos aproveitado e resulta-se uma elaboração mais cara e trabalhosa. Já o carvalho americano pode ser serrado devido a sua estrutura celular, que é mais densa e impermeável.

Não basta apenas serrar a árvore e produzir a barrica! Antes da produção, a madeira precisa ficar secando de dois a três anos. Esta técnica é usada para tirar a umidade da madeira, fazendo com que esta umidade se estabilize em relação ao ambiente e modifique a química na celulose, estes componentes são responsáveis pela acidez no vinho.

Existe a alternativa de secar a madeira artificialmente em fornos, mas as mudanças químicas não ocorrem da mesma forma, e deixa o vinho produzido nesta barrica de carvalho menos aromático e mais amargo.

 

Conclusão

Em suma, o carvalho tem um papel importantíssimo para o vinho, responsável por aqueles aromas que adoramos! Sua qualidade tem tanta importância para a produção de um bom vinho quanto as uvas do produto e a maneira como ele é cultivado e como sua barrica é produzida interferem também na acidez do produto final.
E você, já sabia de toda essa influência dos carvalhos na produção de um vinho de qualidade?

1 Comentário

  1. […] têm duas fontes –a própria uva (suas cascas e sementes) e as barricas novas de madeira, mais especificamente o carvalho! Essas barricas são os recipientes em que o vinho estagia para o processo de fermentação e […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *