7 melhores destinos para o enoturismo

gran-reserva-reserva-ou-reservado-entenda-a-diferença
Gran Reserva, Reserva ou Reservado? Entenda a diferença!
27 de junho de 2019
cortica-nem-so-de-vinho-vive-portugal
Cortiça: nem só de vinho vive Portugal
25 de julho de 2019
Exibir tudo

7 melhores destinos para o enoturismo

7-melhores-destinos-para-o-enoturismo

Se você é um apaixonado por vinho, com certeza a maioria dos seus programas são voltadas a ele, e claro, suas viagens!
Viajar já é uma experiência sensacional, mas quando há a nossa bebida preferida envolvida, fica melhor ainda.
Muitos destinos pelo mundo passaram a oferecer programações exclusivas para quem quer degustar, conhecer e aprender mais sobre uvas, aromas e harmonização.
E quer saber o melhor de tudo? Você não precisa ser um expert para curtir esses programas, aliás, geralmente é uma maneira descontraída para aprender mais.
Hoje eu compartilho com vocês 7 melhores lugares, na minha opinião, para praticarmos o delicioso ENOTURISMO! Vamos lá?

  1. Douro
    A região do Douro em Portugal é conhecida pelos seus vinhos incríveis e pela paisagem linda, os vinhedos em patamares foram declarados Patrimônio Mundial da Humanidade pela Unesco desde 2001.
    As vinícolas na beira do rio Douro, tem um “quê” mais que especial.
    Reserve de 3 a 5 dias para uma experiência completa, desfrute dos bons vinhos e conheça mais da culinária local. 
    Vinícolas imperdíveis: Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo, Alves de Sousa, Taylor’s e Casa Ferreirinha.

  2. Toscana
    Quem me conhece sabe como sou apaixonada pela Itália. Dona de paisagens encantadoras, é impossível deixar de fora de qualquer roteiro.
    Além de sua rica história, a culinária local e os vinhos são de enlouquecer qualquer um!
    Ao redor de Florença, está a clássica região de Chianti, com vinícolas super tradicionais. Na minha opinião, vale a pena alugar um carro para conhecer tudo por ali. Não deixe de se hospedar nas charmosas pousadas dos vilarejos ou até nas próprias vinícolas e aproveitar o melhor do bucolismo italiano.
    Vinícolas imperdíveis: Caprilli – Brunello, Rocca delle Macie – Chianti e Tenuta Valdipiatta.

  3. Bordeaux
    Lugar sagrado para todos os enófilos, rs!
    Infelizmente é impossível conhecer tudo em uma única visita, mas dê seu melhor.
    A cidade de Bordeaux é um ótimo ponto de partida. As margens do rio e o centro, são um turismo típico e histórico em uma vila linda.
    Um roteiro fabuloso é cruzar de carro pelas estradinhas que cercam os vinhedos entre Beaune e Dijon, na área que os franceses chamam de Côte D’Or. Aproveite para conhecer os restaurantes com estrelas no Guia Michelin e provar a real mostarda Dijon.
    Vinícolas imperdíveis: Chateau Climens – Sauternes, Château des Eyrins – Pomerol.

  4. Borgonha
    Riquíssima em história, lá, estão os vinhedos icônicos da época que os romanos começaram a se estabelecer na região. Para começar, um bom ponto de partida é a belíssima cidade de Beaune, que fica em um ponto central da Côte d’Or, no miolo entre Côte de Nuits e Côte de Beaune. Há também a opção de partir de Dijon, no norte das denominações, e ir descendo até Lyon. Ambos são roteiros lindíssimos.
    Vinícolas imperdíveis: Domaine Antonin Guyon, Domaine de Rochenbin E Domaine Jean Marc Brocard.

  5. Cape Town
    A África do Sul está com certeza nos meus próximos destinos. Não vejo a hora de poder conhecer, mas não posso deixar de dar essa dica para vocês.
    Lá, o enoturismo está sendo desbravado aos poucos, mas, um pouco mais para o interior do país estão duas áreas imperdíveis e muito bem desenvolvidas: Stellenbosch e Paarl. Entre elas fica a cidade de Franschhoek, onde estão algumas das mais célebres vinícolas da África do Sul, como Nederburg, Ken Forrester, Ernie Els, Glen Carlou, Fairview etc.
    Vinícolas imperdíveis: Groot Constantia.
  6. Valle de Colchagua e Valle del Maipo
    Bem pertinho de nós, também tem um paraíso!
    O Brasil é um dos três maiores consumidores do autentico e forte vinho chileno, e você certamente já provou algum.
    Estas são as regiões mais famosas do Chile, mas isso não tira o encanto das outras.
    Vinícolas imperdíveis: De Martino, Tres Palacios, Concha y Toro, Almaviva e Miguel Torres.

  7. Vale dos Vinhedos
    Vamos valorizar o nosso país?
    A região vem sendo bastante trabalhada nos últimos anos, com grandes investimentos para receber turistas da melhor forma. Já temos de tudo, desde pousadas rústicas mas extremamente charmosas, até hotéis luxuosos.
    Vale a pena conhecer e desfrutar da gastronomia e se encantar com o tanto que ainda não conhecemos na nossa própria casa.
    Vinícolas imperdíveis: Miolo, Casa Valduga, Pizzato, Aurora e Pinto Bandeira.

E aí, me conta qual vai ser o seu escolhido para a próxima viagem?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *