5 Vinhos Rosés para refrescar no verão

Como escolher vinhos para sua adega?
21 de fevereiro de 2019
Exibir tudo

5 Vinhos Rosés para refrescar no verão

cinco-vinhos-para-se-refrescar-no-calor

A temperatura elevada do nosso país no verão, é totalmente favorável para o leve e refrescante vinho rosé!
Cada vez mais ganhando seu espaço e tornando-se o queridinho dos brasileiros.  
Como geralmente são consumidos ainda jovens, enquanto a sua marcante acidez ainda está no auge, fica perfeito para desfrutar com os pratos da estação: saladas, peixes, frutos do mar, frango, pratos leves ou até mesmo para bebericar na beira na piscina.

Como são feitos?

Nem tinto, nem branco. A coloração rosa (que pode variar dos leves tons alaranjados ao púrpura) nos desperta curiosidade para saber como é produzido.
As uvas mais comuns mais utilizadas para a sua produção são: Pinot Noir, Cabernet Sauvignon, Chardonnay, Cinsault, Carignan, Mourvèdre, Grenache, Sangiovese, Syrah e Merlot.

Existem quatro maneiras para se fazer o vinho rosé:

  1. Presagem Direta
    Neste método as uvas tintas são trituradas e prensadas, e assim, extraindo bem pouco da coloração da pele das uvas. O resultado é um vinho de tonalidade clara e delicada.
  2. Maceração Curta
    Aqui, as uvas tintas são manipuladas da mesma forma da vinificação típica dos tintos. Durante a fermentação, o suco é retirado entre 6 e 24 horas após o início do processo. Quanto mais o tempo o vinho fica em contato com a pele da fruta, mais mercante será sua cor. 
  3. Saignee (ou sangria)
    Parte do suco é retirado e o restante continua em contato com as peles para a produção de vinho tinto. Neste processo o rosé tem tons mais escuros e são mais alcóolicos.
  4. Corte
    Este é um método considerado inferior, basicamente se mistura uvas tintas e brancas no processo de fermentação, sem previsão do resultado.

5 Vinhos Rosés para se refrescar no calor

Agora que você já sabe como estes vinhos são feitos, vamos a parte boa!
Fiz uma pequena seleção de ótimos rosés para fazerem parte do seu verão. Ah, lembrando que a temperatura ideal varia entre 10ºC e 12ºC, mas se preferir mais gelado, tudo bem!

  1. Viña Esmeralda
    Um vinho espanhol da Família Torres. Delicado e sutil, no paladar é leve com um final elegante e cítrico. Feito 100% da uva Garnacha Tinta.
    Onde encontrar: Importadora Devinum
  2. Portillo Rosé
    Um argentino com excelente custo-benefício, elaborado no Vale do Uco pela Bodegas Salentein.
    Tonalidade vermelho rubi. Possui aromas florais que lembram rosas e frutas vermelhas como a cereja, morango e framboesa. Em boca se apresenta muito fresco, leve e equilibrado.
    Onde encontrar: @_go_wine
  3. Claude Val Rosé
    Um francês de respeito! Suas uvas são:  50% Grenache, 30% Cinsault, 20% Syrah. Sua coloração é rosada delicada e brilhante. Focado nas pequenas frutas vermelhas maduras, sob contornos florais. Na boca muito leve, de acidez frutada, final limpo e suculento.
    Onde encontrar: Importadora Decanter
  4. Levity Rosé
    Vinho verde rosé, português com um rótulo divertido. Bastante leve, com notas de frutas cítricas e morango. Também tem um ótimo custo-benefício.
    Onde encontrar: Importadora Cantu
  5. Abrigitte
    Um francês que rompe com os códigos estabelecidos pelo vinho, para se posicionar com um drink leve, festivo, requintado, glamuroso e colorido. Em sua composição, é aromatizado com 20% de suco de lichia. De coloração fina e cristalina, aroma intenso de frutas cítricas (toranja rosa e amarela) e um toque de lichia. Em boca é bem frutado, suave e requintado. Pode ser usado em drinks juntamente com outras bebidas, como gin e vodka. Também fica perfeito com laranja ou morango e gelo!
    Onde encontrar: @_go_wine

E você, é fã dos vinhos rosés? Me conta qual seu estilo preferido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *